Tese de Frederico Luna é escolhida a melhor do PPGAU (2017) e indicada ao Prêmio CAPES (2018)

Adielson Pereira da Silva, | Prêmios

A tese de Frederico Luna, intitulada "Uma Trajetória Des-viável: O percurso profissional de Arialdo Pinho entre Natal e Fortaleza", foi escolhida por unanimidade como a melhor tese do defendida em 2017 no âmbito do Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (PPGAU/UFRN). Para a escolha, a comissão de avaliação formada por professores do programa levou em consideração "a qualidade e originalidade do trabalho, a relevância ao debate e desenvolvimento científico e tecnológico, cultural e social, as possíveis contribuições ao sistema educacional e as possibilidades de disseminação do conhecimento acadêmico".

Luna, que é pesquisador associado do HCUrb e atualmente faz pós-doutorado no PPGAU, teve sua tese orientada pela professora Angela Ferreira. O título de melhor do programa conquistado com o trabalho implica na indicação para concorrência em nível nacional, por meio do Edital nº 016/2018 da CAPES. Esta participaçãose soma a uma série repercussões da tese de Luna, o que demonstra a qualidade acadêmica com reconhecimentos dentro e fora da universidade. Isto porque em 2018 o documentário "Arialdo Pinho: uma trajetória des-viável", produção que é parte da tese vem somando participações em eventos especializados no audiovisual, como no Festival Sesc de Cinema 2018, etapa estadual, e no 9º Festival Goiamum Audiovisual.

Últimas notícias
Ana Beatriz Targino apresentou trabalho no eCICT 2018
Yuri Simonini recebe prêmio da UNI-RN
Désio Silva aprovado mestre em Geografia